A incrível técnica de pintura na água

Posted By Surfador on Sep 28, 2016 |


Zhu Shengi

é uma artista chinês que desenvolve a técnica temporal de tingimento na água ou que é muito parecido water transfer printing
Você pode até julgar que é apenas pegar um tanto de água e de tinta e voilá, porém a verdade é que a técnica é bem mais complexa que isto.

aguapint

Shengi usa ferramentas bastante finas e nafta, um líquido altamente inflamável, e produz seu estamparia. Dessa maneira que termina de acontecer, ele usa uma eternidade de papel que absorve a tinta da água que, por sua vez, se torna um tingimento comum.
A técnica é usada o partir do século XV, no mundo islâmico e na leste da Ásia.

Confira mais fotos:

Um espetáculo de cores por intermédio do Ebru

Ebru é um clássico técnica de tingimento Islâmica bastante usada na Turquia. Esta técnica, similarmente tragada de Paper Marbling ou Marmorização em Papel, utiliza água como superfície na qual a obra do dejeto é executada. A tinta é depositada sobre a superfície da água, algum aditivos são usados para que esta tinta possa oscilar e, depois de concluída o composto, ela é transferida para o papel.

 

O vídeo abaixo é um belo máxima de como esta arte é feita.

 

Não se sabe ao certo a origem desta técnica uma vez que como a obra é conservada em papel não há exemplares antigos que chegassem nos dias atuais, além do feito de que as artistas não assinavam suas obras no passado, complicando também mais uma datação. No entanto alguma fontes indicam que a técnica do Ebru (ou Ebrû) pode ser surgido no século 13 na região da Turquia e se espalhou pela Pérsia simultaneamente com a caligrafia, ao longo o tempo Turco.

 

Na primeira meio do século 17 o Ebru começou as tornar-se chamado de “Papel Turco” ou “Papel Marmorizado Turco” na Europa o partir de viajantes vindos da Turquia. Tradicionalmente relacionado a reportagem esta técnica acabou tornando-se independente há pouco tempo há praticamente 50 anos.

 

Além das belas obras que a técnica permite fabricar, o próprio processamento de obra é um espetáculo à parte, sendo que os cores, depois de serem “depositadas” na superfície da água, são puxadas, repuxadas, misturadas formando desenhos belíssimos.

 

 

Entendendo esta beleza intrínseca o produtor de vídeo e retratista Turco Oguz Uygur fez um pequeno filme na qual evidência esta “correria das cores”.

 

Para as amantes da arte e da beleza é um show ver o dejeto surgindo, como uma musicista regendo uma música de cores.